sexta-feira, 29 de junho de 2018

Vídeo: Homenagem ao Dia do Dublador.


Singela Homenagem do Discovery Channel ao Dia do Dublador, 26 de junho.

terça-feira, 26 de junho de 2018

Vídeo: Bastidores da Locução - Rádio Antena 1


Os caminhos para tornar-se um locutor são diversos, não depende de classificados do jornal e sim, da sua persistência e tamanho do seu sonho. Os locutores da Antena 1 contam as curiosidades, bastidores e os desafios da carreira.

terça-feira, 19 de junho de 2018

Para Descobrir Novas Músicas O Rádio é Imbatível!


O Rádio sobreviveu a fita, CD e iPod. Na era do Spotify, é mais popular do que nunca.

A Nielsen, empresa de análise de dados que monitora o consumo de entretenimento nos Estados Unidos, revela em seu Relatório Anual Music 360 que o Rádio ainda é a principal forma de as pessoas descobrirem novas músicas. Além disso, os relatórios do Group’s Radio’s All Dimension Audience Research também mostram que a porcentagem de americanos com 12 anos ou mais ouvindo rádio transmitido semanalmente permaneceu relativamente estável de 1970 até hoje. O antigo rádio tradicional AM/FM continua sendo o maior meio de alcance de massa nos EUA, com mais de 90% dos consumidores ouvindo semanalmente.



"Para muitas pessoas, a disponibilidade de tanta música levou ao que alguns acadêmicos e analistas chamam de tirania de escolha", explica Larry Miller, diretor do programa de negócios musicais da Steinhardt School, da Universidade de Nova York. “Você é confrontado com toda a música do mundo, mas o que diabos você deveria ouvir? Alguém me diz! O que é bom?"

A maioria das pessoas prefere que a música seja uma experiência passiva, algo para se ter ao fundo enquanto eles cozinham, limpam e continuam suas vidas. Oprimido por opções, eles prefeririam sentar e ter outra pessoa - um DJ, um programador musical, uma lista de hits baseada em gráficos, ou qualquer autoridade confiável - assumir o controle.

FONTE: QUARTZ

quarta-feira, 13 de junho de 2018

5 mudanças que um curso na área de comunicação pode promover na sua vida.


1.Amplia seus horizontes:
Realizar um novo curso pode desenvolver novas habilidades ou aprimorar as que você já possui, abrindo um mundo de oportunidades para você.

2. Diversifica suas escolhas:
Você já se deparou com oportunidades incríveis e não pôde se candidatar por não atender os pré-requisitos? Com um curso de aperfeiçoamento você se qualifica para aquela oportunidade que sempre sonhou.

3. Aumenta sua renda:
Segundo estudos, a renda média dos trabalhadores que já fizeram algum curso na sua área é geralmente maior quando comparada à média salarial das pessoas que não tem nenhuma especialização. Outra vantagem é que ao disputar uma vaga você tem mais chances de contratação.

4. Faz bem para sua saúde mental:
Pesquisas apontam que estudar pode aumentar a capacidade da memória, ativar o poder de concentração e, com o hábito, aumentar a nossa capacidade de aprender. Quanto mais estudamos e exercitamos o cérebro, mais protegido ele estará de doenças de degeneração, como o mal de Alzheimer, por exemplo. Está comprovada a relação entre o estudo e a rápida recuperação de lesões cerebrais.

5.Motiva sua vida:
Um novo curso traz novas ideias para “oxigenar” sua carreira. Além de melhorar sua comunicação, dá embasamento necessário para você crescer como ser humano.

Sempre é hora de renovar. Aprenda mais: faça um curso de locução, teatro, oratória, ou até mesmo uma faculdade de comunicação e esteja mais preparado para quando a oportunidade chegar.

terça-feira, 29 de maio de 2018

Mais de 90% dos Brasileiros Ouvem Rádio.

O Dimension, estudo do Kantar Ibope Media sobre a relação do consumidor conectado com a publicidade foi divulgado no início de maio de 2018. No estudo foi feita a seguinte pergunta: “Com que frequência você usa esses diferentes tipos de mídia?”. O levantamento foi feito com 4999 pessoas no mundo. A média mundial registra que 88% dos pesquisados ouvem Rádio.

Os brasileiros são os que ouvem Rádio com maior frequência. Dos mil pesquisados no Brasil, 91,9% afirmaram que ouvem o meio. Em segundo são os franceses com 91,4%, seguidos pelos Estados Unidos com 90%, Reino Unido (85,8%) e China com 80%.

Quando a pergunta se referente ao rádio online, os chineses superam os brasileiros. A média mundial está 66%, enquanto os chineses representam 83,5% dos pesquisados. Os brasileiros são 81,5%, enquanto França, Reino Unido e Estados Unidos representaram 54,8%, 54,8% e 55,4%, respectivamente.

Fonte: TudoRadio.

terça-feira, 22 de maio de 2018

16.000 Efeitos Sonoros Grátis!


A BBC (British Broadcasting Company), emissora pública de rádio e televisão do Reino Unido, fundada nos anos 20, está disponibilizando a partir deste ano, gratuitamente para download, 16 mil efeitos sonoros presentes em seu acervo. Os sons podem ser utilizados para fins pessoais, educacionais e de pesquisa.

Link para acesso ao acervo da BBC: http://bbcsfx.acropolis.org.uk/

quinta-feira, 17 de maio de 2018

10 Benefícios da Leitura em Voz Alta

1. Melhora a dicção;

2. Aumenta o poder de concentração;

3. Enriquece o seu vocabulário;

4. Melhora sua compreensão do texto;

5. Gera oportunidade para experimentar e divertir-se;

6. Exercita a musculatura da face;

7. Desafia o uso da entonação;

8. Melhora a habilidade da leitura;

9. Calcula melhor o tempo de gravação;

10. E resulta em uma melhor gravação ou apresentação ao vivo do texto, com menos erros.


O ato de ler em voz alta pode ser tão prazeroso que você nem vai perceber que está fortalecendo suas habilidades mentais e verbais. Lembre-se que sua mente é semelhante a um músculo, ela precisa ser treinada. Ao ler em voz alta, você estará trabalhando a conexão entre sua mente e sua voz em toda a extensão o que resulta em maior foco e coesão.

Baseado no artigo de: Flávio Kranic Locução Publicitária

sexta-feira, 11 de maio de 2018

VIDEODICA: Simplificando Uma Locução de Sucesso.


Vídeo baseado no ensinamento de Patrick Fraley.
Locução é o que você: Ensina; Entretém; Emociona.

terça-feira, 8 de maio de 2018

6 Dicas para Gravação em Home Studio.


Ter um estúdio em casa traz inúmeras vantagens, entre elas, para citar uma das mais prazerosas, é ter a comodidade e a praticidade de em um minuto você estar largadão tomando café na cozinha de casa e no minuto seguinte estar no estúdio para gravar aquele spot ou vinheta... É nesse mar de facilidades que moram grandes perigos.

Sabemos que equipamentos de ponta dentro do estúdio são importantes, mas não são apenas eles que fazem a diferença em nosso trabalho. Dicas simples podem contribuir positivamente para a realização de um projeto digno de elogios; confira:

1. Pode não parecer importante, mas você deve escolher cuidadosamente o que vestir no momento da gravação. Prefira roupas leves, macias e de preferência que não atraiam pelos, pois se você for do tipo que convive com a rinite, qualquer resquício de alérgeno pode interferir na qualidade da sua voz. Da mesma forma, você deve ficar atento aos acessórios: aliança, pulseira, relógio... Tudo isso pode causar mini barulhos que normalmente você nem percebe.

2. Tudo bem que você está trabalhando em casa, mas não custa nada entrar no estúdio alguns minutos antes para se ambientar e preparar-se psicologicamente para a tarefa que vai desempenhar. Leia e entenda o texto, a mensagem, absorva as informações, avalie as pausas e as ênfases necessárias para transmitir da melhor forma possível a ideia do cliente.

3. Aqueça sua voz! E antes de iniciar a gravação, evite fazer qualquer tipo de esforço, como chamar alguém em voz alta, por exemplo. Outro detalhe, também importante, é procurar não consumir alimentos ou bebidas que possam comprometer a voz, como a cafeína, líquido gelado ou ácido.

4. Essa quarta dica é até óbvia demais, mas não custa frisar: desligue o celular! “Ah, mas eu deixo no silencioso”, você pode até me dizer!! Mesmo assim! O celular pode causar interferência no microfone. Prefira o aparelho totalmente desligado e, se possível, longe do estúdio. Eu mesmo já entrei na cabine com o celular ligado no bolso e, é claro que ele tocou e o take foi refeito.

5. Antes de começar a gravar, caso haja dúvida sobre alguma informação ou como deve ser a pronúncia de determinada palavra, procure a pessoa responsável para esclarecer. Não grave com dúvida. Caso não seja possível esclarecer a questão com o cliente, grave versões, uma delas pode estar correta evitando a dor de cabeça de regravar o trecho com o mesmo pique, ritmo e entonação da sua gravação original.

6. Seja profissional. Essas dicas não apenas contribuem para que seu trabalho seja satisfatório, como também demonstra que você trabalha com seriedade e respeito para com o cliente.

Lembre-se que este trabalho não é apenas mais um, e sim mais um daqueles momentos da sua vida que ficará registrado para sempre. Aproveite a oportunidade e faça bem o que você ama fazer.

Fonte: Flavio Kranic

quinta-feira, 3 de maio de 2018

Portal "Radialist.as" Recomenda Curso de Locução.


Curso de Locução Compact está sendo recomendado também pelo portal "Radialistas Brasileiros", uma das mais tradicionais fontes de informação sobre rádio do Brasil, trazendo notícias diárias do meio, desde 2007.

Siga RADIALISTAS no Facebook: https://www.facebook.com/radialistas/

quarta-feira, 2 de maio de 2018

Dia de Homenagear: Faustão!


Hoje, dia 2 de maio, Fausto Corrêa da Silva, o Faustão, completa 68 anos.
Natural de Porto Ferreira/SP, Fausto é um dos grandes nomes da comunicação brasileira.
Seu programa Domingão do Faustão está no ar na TV Globo desde de 1989.
Em 2010, Fausto, que começou no rádio, divulgou para todo Brasil a nossa publicação, o livro VOCÊ NUNCA OUVIU NADA IGUAL.
Obrigado Faustão, e nossos sinceros Parabéns!

quinta-feira, 26 de abril de 2018

5 Passos Para Montar um Estúdio do Zero.


Já foi-se o tempo em que era necessário muito investimento ($) para montar um home studio. Com alguns poucos equipamentos você já pode ter em casa o seu próprio estúdio de gravação.

A partir do momento em que a gravação digital se popularizou, o custo e a necessidade de equipamentos diminuíram consideravelmente. Isso ocorreu porque a maioria dos processos passaram a ser feitos dentro do computador, através de softwares e plug-ins com funções específicas para o trabalho com áudio.

Dessa forma, dezenas de equipamentos físicos foram substituídos por plug-ins, sendo muitos deles encontrados gratuitamente na internet.

O computador passou a ocupar o lugar central do estúdio, reunindo nele mesmo um grande arsenal de funções.

1º PASSO: COMPUTADOR

Se você tem um computador em casa, já é meio caminho andado. Não se preocupe em possuir um super-computador, mas sim dar o primeiro passo. Garanto que é possível fazer gravações com qualquer computador que funcione razoavelmente. Tire da cabeça que a grande jogada é ter um Mac (Apple). Se você já tem, ótimo. Se tem um PC com Windows, ótimo também. Comece com o que você já possui.


2º PASSO: SOFTWARE

Para iniciar você precisa de, ao menos, um software de gravação. Se você já tem um programa de sua preferência, ok. Caso não tenha, informe-se sobre o Sound Forge, Cool Edit, Audacity, Reaper ou Sonar. Alguns disponibilizam versão gratuita.


3º PASSO: INTERFACE DE ÁUDIO

A interface de áudio é o dispositivo que vai possibilitar a comunicação entre o microfone e o computador. Ela se conecta ao computador através de uma porta USB, Firewire ou slot PCI, dependendo do modelo.

Prefira os modelos que tenham entradas para microfone com phantom power (conector XLR), instrumento e linha (line). Dessa forma você não precisa usar mesa de som para fazer as conexões, evitando a compra de mais um equipamento.

Também é bom escolher uma interface que tenha uma saída independente para headphones. Assim você terá, além das saídas principais para ligar os monitores de áudio (caixas de som), uma saída para fone de ouvido. Isso facilita muito o trabalho.


4º PASSO: MONITORAÇÃO

Para ouvir o que foi gravado você precisa de algum dispositivo de monitoração auditiva. O ideal é ter um par de monitores de áudio (caixas de som) e um fone de ouvido. Porém, se seu orçamento é pequeno, você pode iniciar muito bem usando apenas o fone de ouvido.

Dê preferência aos headphones “grandes”, que tem melhor resposta de graves. Aqueles bem pequenos, que normalmente se vê nas ruas (in ear), geralmente tem um grave muito pobre.


5º PASSO: MICROFONE


Escolha um modelo do tipo condensador que dão mais peso, clareza e fidelidade a sua voz. Os da marca Behringer já são um bom começo.


CONCLUSÃO


Não é necessário muito dinheiro para montar um home studio. O que você precisa é de vontade, coragem para iniciar com o que você tem no momento e, principalmente, sede de conhecimento.

Tenha consciência de que seus primeiros resultados serão ruins. O aperfeiçoamento vem com o tempo e com a prática.

Não espere condições ideais para começar. A verdade é que as condições ideais nunca chegam e você corre sério risco de nunca dar o primeiro passo.

Toda a experiência adquirida em trabalhar com equipamentos improvisados ou de má qualidade se reverterá em facilidade quando você adquirir melhores equipamentos.


[Informações baseadas no artigo de Ludwig Calixto. Fonte: Clube do HomeStudio]