terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Vídeo: Dublagem Brasileira é Ruim?


Matéria do site UOL sobre dublagem de jogos no Brasil.

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Curso de Locução Compact 2018!




Curso livre de aperfeiçoamento, nível básico, completo e compacto, para todas as faixas etárias.
Você recebe no seu e-mail, de uma só vez, o mesmo material que é aplicado em uma sala de aula durante 1 ano de curso convencional.

O curso inclui: APOSTILA + CERTIFICADO + AULAS EM ÁUDIO + ÁUDIOS COMPLEMENTARES + VÍDEOS COMPLEMENTARES + PROFESSOR PARA TIRAR DÚVIDAS.

Apostila tem 34 páginas, com 7 aulas, 15 exercícios práticos, mais 13 complementares.

As aulas estão divididas em 7 lições básicas:

Aula 01 –TÉCNICAS DE LOCUÇÃO – Introdução ao tema e orientações práticas de como utilizar melhor sua voz.
Aula 02 – TIPOS DE LOCUÇÃO – Nesta aula veremos sobre entonação de voz, diferença do “ao vivo” e “gravado”, e conhecer os estilos de locução e
de que forma eles podem ser empregados.
Aula 03 – APRESENTAÇÃO DE PROGRAMA – Sugestões de expressões e um roteiro básico para utilizar no programa de rádio.
Aula 04 – LOCUÇÕES EXTERNAS – Fora do estúdio, saiba como fazer um flash ao vivo e apresentar um evento.
Aula 05 – PRODUÇÃO DE ÁUDIO – Conheça os elementos que podem te ajudar na produção, efeitos sonoros, vinhetas e spots.
Aula 06 – GRAVAÇÃO DE PILOTO – Aprenda a organizar uma amostra do seu trabalho para apresentar para um contratante.
Aula 07 – FUTURO – Veja os caminhos que você pode seguir na locução.

O Professor do Curso é Watson Weber, Especialista em Comunicação. Publicitário, pós-graduado em Novas Mídias, Rádio e TV. Autor e co-autor de vários livros. Foi locutor de rádio, professor de Comunicação Verbal e Comunicação Empresarial. Atualmente é palestrante, apresentador na TV
Record, diretor da Studio 20 Films e seu blog Supercomunicador tem mais de 900.000 acessos.


 7 MOTIVOS PARA FAZER ESTE CURSO AGORA:

1. Baixo valor do investimento com relação a qualidade do material apresentado;
2. Não tem despesas de frete, você recebe no mesmo dia tudo pela Internet;
3. Pode pagar no boleto ou cartão de crédito em até 12 vezes;
4. Não tem prazo de conclusão, você estuda em 7 dias ou 7 meses, conforme sua necessidade.
5. Temos mais de 10 anos de experiência no ensino de locução presencial e a distância, com centenas de alunos satisfeitos em todo Brasil;
6. Temos livros e artigos publicados e divulgados nos maiores sites especializados;
7. Você receberá o mesmo material utilizado em sala de aula, incluindo certificado e todo apoio profissional necessário.


INVESTIMENTO: R$ 157,00 à vista.



Informações por e mail : watson@vinte.net

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

10 ANOS DE BLOG!

Hoje, 25 de janeiro de 2018 o Blog Waw!Supercomunicador completa 10 anos de história.

Desde 2008 já postamos 538 artigos, recebemos 764 comentários, ultrapassando a marca das 910.000 visitas. O nosso post de maior sucesso foi o FRASES PARA LOCUTORES, de 5 de novembro de 2010, que teve 194.868 visitas e 123 comentários. 

Muita coisa aconteceu em 10 anos, aqui dividimos grandes vitórias:

> Em 2010 nosso livro foi apresentado no Domingão do Faustão em Rede Nacional.

> Em 2012 participamos ao vivo no Canal Shoptime. 

> Em 2013, o domínio inicial, O COMUNICADOR, foi transferido para Otaviano Costa da TV Globo. A partir desta data registramos o novo nome SUPERCOMUNICADOR. No mesmo ano lançamos a Fanpage do Supercomunicador no Facebook, alcançando mais de 1.300 seguidores.

> Em 2014 lançamos a 1ª Rede de Locutores do Brasil para compartilhamento de informações da área, hoje com mais de 1.500 membros. 

Durante todos estes anos, concedemos muitas entrevistas e palestras, lançamos livros e cursos, apresentamos eventos e programas de TV. Nossas dicas continuam sendo compartilhadas nos principais sites de comunicação do país. E para 2018 estamos preparando mais dicas inéditas e novos cursos de locução. Aguarde!

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

50 Motivos Para Anunciar em Rádio.

Fonte: TudoRadio
Autor: Cristiano Stuani

1 – O rádio está em todo lugar: dentro de casa, no celular, em alguns aparelhos de TV, no carro, no notebook, no desktop.

2 – Em menos 2 horas o seu comercial está no AR. Você tem urgência em vender algo ou apenas substituir? É rápido e simples. O Rádio consegue produzir pra você e programar em poucas horas.

3 – O custo de produção de um comercial para o rádio é baixíssimo ou até gratuita. A grande maioria das emissoras já inclui em seus valores a produção própria do seu spot. Desta forma fica a escolha, produzir rapidamente e localmente ou elaborar uma campanha com mais tempo, externamente.

4 – O Investimento para anunciar no rádio é baixo, o qual pode chegar até 14 vezes mais barato que uma inserção na TV ou publicação impressa.

5 – O retorno de um comercial feito no rádio é rápido. A sua campanha, seja ela bem elaborada, pode oferecer retorno imediato. O seu cliente final ouve, se interessa e já consome.

6 – Mesmo sendo um meio ágil, o rádio transmite qualidade. Quando uma emissora propaga uma notícia, toca uma música ou fala de sua empresa, é por que houve um critério e análise para essa divulgação.

7 – A soma da audiência do rádio é maior. Os ouvintes ficam pelo menos 5 horas sintonizado em emissoras de rádio, em diversos lugares e horários.

8 – O rádio se adapta rapidamente a novas necessidades. Caso o seu cliente precise de algo diferente para atingir o cliente final, o rádio se adapta de forma rápida e barata.

9 – O rádio sempre se mostra flexível a novos produtos e idéias, além de poder implantá-los e forma rápida.

10 – O comunicador, locutor exerce grande papel de influenciador na compra, pois no momento que abre o microfone, ele transmite aquela mensagem como se fosse um amigo indicando um produto.

11 – O rádio tem o conteúdo imediático, ou seja, ele consegue informar com credibilidade qualquer coisa com poucos segundos de diferença, sem mesmo ter o delay da transmissão de um sinal digital de TV. Claro que não podemos considerar neste ponto, o streaming.

12 – O rádio é o meio de comunicação que menos usa banco dados ao ser consumido pela internet. Tente comparar ao assistir um filme e ouvir uma música.

13 – A linguagem da publicidade no rádio é fácil, leve e simples.

14 – As mensagens surgem entre conteúdos sem choque da troca de linguagem. Que tal o seu anúncio fazer parte de uma notícia, transmissão de futebol ou talk show?

15 – O rádio permite parcerias promocionais. É simples. Você quer fazer um comercial e sortear prêmios dentro de um conteúdo do Rádio? É fácil e rápido.

16 – A publicidade no rádio pode motivar a compra naquele exato momento. Imagine um texto ao vivo ou até mesmo gravado às 22h30m para quem está no carro com fome. O locutor fala de um lanche delicioso do tal cliente. É mais fácil esse, direcionar o carro para o local, do que o telespectador que já está acomodado no sofá. Sim, existe o delivery, eu sei, mas será que esse anunciante tem entrega?

17 – O rádio é imbatível durante o horário comercial.

18 – O rádio é mais amigável entre os meios. Duvida? Você ouve durante a programação de rádios por todo Brasil falando de conteúdo de TV, de revistas e internet. Me responda, com qual frequência você percebe outros meios falando do rádio?

19 – O rádio é menos burocrático para área comercial. Em poucas horas tudo é acertado e programado.

20 – O rádio acompanha o ouvinte em momentos diferenciados.

21 – A população tem mais carinho pelo rádio, pois o rádio se torna um amigo a qualquer hora em qualquer lugar e, o melhor de tudo, gratuito.

22 – O rádio tem mobilidade, você não precisa ficar sentado na frente dele para entender ou se entreter com a mensagem.

23 – O rádio tem apresentando uma grande variedade na programação, proporcionando ao cliente a possibilidade de distribuir sua verba de forma mais assertiva em uma ou mais de uma emissora.

24 – O rádio tem grande influência na mídia, pois pelo menos 89% dos brasileiros de grandes regiões escutam rádio - Em torno de 52 milhões de ouvintes. É bastante gente, né?

25 – O rádio consegue oferecer variados formatos de anúncios dentro de um valor que se adéque ao orçamento do seu cliente.

26 – No rádio as programações mais segmentadas são gratuitas. No caso da TV, se você quiser um canal somente de filmes, tem que pagar.

27 – O rádio oferece, com uma linguagem mais simples e mais rápido, variadas opções ao público que busca informação e entretenimento.

28 – São raras as pessoas que não gostam de música e informação, ou seja, o rádio nunca vai morrer, apenas deve se adaptar a novas plataformas.

29 – O rádio serve como referência de conteúdos respeitados no mercado. Se tocou no rádio, o ouvinte respeita a sua marca, pois o meio tem credibilidade.

30 – O rádio é mais próximo do cliente final. O seu cliente ficou em dúvida do que ouviu? Ele liga na rádio e tira suas dúvidas em poucos minutos.

31 – Mesmo sendo REDE, o rádio é menos engessado, possibilitando ajustes que atendam a sua necessidade comercial local.

32 - O ouvinte consegue fazer mais de uma coisa ao ouvir o rádio. Ou seja, em qualquer atividade que ele esteja, ainda estará ouvindo a sua mensagem.

33 – O rádio pode oferecer soluções rápidas ao vivo, pois a necessidade de um anúncio promocional ou de cunho social, pode surgir a qualquer momento.

34 – O rádio comprova sua veiculação de forma mais rápida. Ficou em duvida se o seu comercial foi pro AR? Basta uma ligação e em poucos minutos a OPEC te dá a comprovação real, por e-mail.

35 – O rádio consegue ser multiplataforma de forma mais acessível, pois seu streaming é mais barato e de pouco consumo de dados.

36 – O rádio tem uma grande penetração social, pois fala com todas as comunidades a qualquer momento com uma linguagem simples e agradável.

37 – O rádio é ágil no processamento de uma informação. Caso tenha um incêndio ou informação de utilidade pública, basta abrir o microfone e falar.

38 – O rádio mexe com a imaginação os ouvintes, estimulando o desejo da compra de forma mais rápida.

39 – As pessoas estão deixando de ler jornal.

40 – As pessoas estão deixando de ver TV aberta.

41 – O rádio chega onde a TV, internet e impresso não chegam. Parece repetitivo, mas o rádio chega em campos rurais e longínquos que os outros meios ainda não alcançam.

42 – O rádio absorve rapidamente novas tecnologias, pois sempre são mais acessíveis e proporcionam bons resultados às emissoras e seus parceiros.

43 – O meio rádio sempre tende a facilitar as formas de pagamentos, pois tem uma proximidade maior com o cliente e entende suas necessidades.

44 – O executivo comercial de uma rádio consegue dar uma maior atenção e assessoria ao seu cliente, pois o mesmo tem o contato direto entre a realidade da audiência da emissora com o target que o anunciante quer buscar. Vou explicar melhor: ao visitar um cliente em uma loja de bairro, só por andar poucas quadras, o executivo consegue perceber se sua emissora é bem recebida por ali. No caso da TV ou internet, esse mesmo profissional teria que invadir a casa de algumas pessoas.

45 – O rádio facilita, mesmo não sendo o mais indicado, a entrada ou manutenção de um cliente em sua carteira. Que tal uma permuta que seja bom para ambos?

46 – O rádio consegue aproximar o cliente de um grande artista de um jeito bem mais barato. Que tal ser uma cota de patrocínio de um grande show?

47 – O rádio consegue fazer transmissões externas por custos até 20 vezes mais baixos que uma emissora de TV.

48 – O rádio permite a transmissão de qualquer lugar a qualquer momento, usando apenas um celular.

49 – O rádio permite que o seu principal artista, o locutor, esteja presente de corpo e alma, no PDV do cliente, por um custo muito baixo.

50 – E por ultimo: Sim, é possível falar com o dono, diretor ou gerente da rádio, pois o rádio é sempre muito próximo de todo mundo.

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Último Livros Sobre Rádio.


Encontramos estes 2 exemplares do livro "VOCÊ NUNCA OUVIU NADA IGUAL - COMO O RÁDIO PODE MUDAR A SUA VIDA." (Edição já esgotada nas livrarias.)

Valor: R$ 40,00 cada, com entrega grátis pra todo Brasil.

Se tiver interesse, mande e-mail para watson@vinte.net .

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Cadê a Locução Povão?



“Bom dia meu amigo, bom dia minha amiga, o sol brilha na Região do Vale, são 7 e 15, não perca a hora: 7 e 15. Começamos mais um Show da Manhã, com muita alegria no ar! Que bom estar com você nesta manhã gostosa de segunda-feira, temperatura na marca dos 21 graus e a previsão é de tempo bom durante todo dia de hoje! Aqui você vai ficar bem informado e vai ouvir muita música gostosa. Então fica comigo que a partir de agora eu quero ver você feliz...” 
 

Em 2014 eu já comentava que está cada vez mais difícil ouvir uma locução deste tipo. Estamos no final de 2017 e os locutores atuais das rádios comerciais estão mais artificiais e menos carismáticos. Falta interação, descontração, conversa, bate-papo.

Será culpa dos donos que querem só vender e esquecem do real objetivo, que é agradar o ouvinte?
 
Será que os coordenadores que montam uma programação muito "engessada"?

Será que os profissionais estão menos qualificados?

Será que os locutores estão menos interessados em fazer o melhor para o seu público?

Há quem diga que boas músicas e pouca conversa dá mais audiência. Mas se fosse para só ouvir músicas as pessoas selecionariam as suas favoritas em algum dispositivo digital e pronto. As pessoas querem mais do que isso, querem saber sobre as músicas, querem opiniões, querem informações, querem companhia. 
 
O ouvinte quer interagir com rádio, mas deste jeito está cada vez mais difícil.

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Celular com Rádio Pode Custar Mais Caro.



A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT) está batalhando pela aprovação do projeto de lei (PL nº 8438/2017) que obriga as empresas fabricantes de celular a disponibilizar a recepção do rádio FM.

Já a Associação Brasileira de Indústria Eletro e Eletrônica (Abinee) diz que o celular com rádio FM integrado custará mais caro para o consumidor.

ABERT rebate afirmando que os celulares já são fabricados com chip FM e alguns modelos são comercializados com o dispositivo desativado. Para funcionar, basta desbloquear o chip existente. Os fabricantes seguem uma tendência de não ativar o chip existente no aparelho, forçando o consumidor a usar o plano de dados para ouvir rádios.

A Associação acredita que o rádio é um poderoso e importante meio de comunicação gratuito para a população e o projeto de lei protege os consumidores com menor poder aquisitivo, já que escutar rádio por streaming consome os créditos do plano de dados, inviabilizando o acesso à programação. Além disso, nem todo o país tem sinal de internet, mas de rádio sim.

Nos Estados Unidos, a FCC, principal órgão regulador de comunicações, pediu diretamente à Apple para ativar os chips de rádio FM instalados em iPhones.

A Apple informou, por meio de nota que os modelos mais novos que o iPhone 6 não têm chip FM embutido, e tampouco antenas para recepção do sinal FM.

Já a Associação Nacional de Radiodifusão (NAB), contrariando as afirmações da Apple, afirma que segundo dados da ABI Research (empresa de consultoria americana), desde 2012, todo iPhone produzido contém um chip que inclui um suporte para rádio FM. Insiste ainda que a empresa continua a vender o iPhone 6S com chip FM desativado e que existem, aproximadamente, 100 milhões de aparelhos com o chip FM desativado.

A ativação do chip, segundo o presidente da FCC, Ajit Pai, permitiria o acesso dos consumidores a informações importantes durante os desastres naturais que comprometam redes sem fio. Para justificar o pedido feito à Apple, ainda de acordo com Ajit Pai, mais de 90% das torres de telefones celulares em Porto Rico e quase 70% nas Ilhas Virgens americanas, ambas localizadas no Caribe, ficaram fora de serviço após os furacões dos últimos meses danificá-las. "É hora de a Apple colocar a segurança do povo norte-americano em primeiro lugar", disse Ajit Pai em comunicado.

A Apple também se justificou, com uma desculpa "esfarrapada" às críticas e afirmou que “a empresa se preocupa profundamente com a segurança de seus consumidores e, por isso, desenvolveu soluções seguras para os produtos e que os usuários podem ligar diretamente para os serviços de emergência durante as catástrofes”. Esquece a Apple que os usuários poderiam receber mensagens gratuitas pelo rádio, prevenindo pessoas e salvando vidas.

Pelo jeito a briga vai longe.

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

10 Vantagens do Chicletes na Locução.



Um estudo do Blog Waw!Supercomunicador em sites especializados, conclui que a mastigação de chicletes pode trazer benefícios antes de uma locução longa ou de uma apresentação oral.

Segundo nossa pesquisa, a mastigação de chicle de bola:

1. Aumenta a resistência da fala prolongada;

2. Aquece os músculos da face e boca;

3. Melhora a articulação das palavras;

4. Lubrifica a garganta (evitando o pigarro);

5. Alivia a ansiedade e o stress (os níveis de cortisol presentes na saliva dos mascadores podem ser até 16% mais baixos);

6. Auxilia na memorização devido ao aumento da circulação do sangue e oxigênio no cérebro;

7. Acalma. Quando se está nervoso e começa a mascar chicletes, seu cérebro pensa que você está se alimentando, e seu corpo relaxa, pois ninguém se alimentaria em uma situação de risco;

8. Socializa. Teste com voluntários comprovaram que pessoas mascando chicletes tendem a parecer mais simpáticas;

9. Disfarça o mal hálito;

10. Pode até auxiliar na limpeza dos dentes e combate as cáries. A estimulação da produção de saliva diminui a acidez dentro da boca e os dentes ficam menos vulneráveis às cáries;

Só não esqueça de tirá-lo antes de começar a falar. Importante também salientar que o uso excessivo desta guloseima com o estômago vazio pode desencadear gastrites e úlceras.

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Quem São Os Melhores Apresentadores da TV?


WAW!SuperComunicador elege os 15 melhores apresentadores em atividade na TV Brasileira:

1. Silvio Santos: É quase uma unanimidade, de camelô a dono de uma das maiores emissoras do país, o SBT. Aos 86 anos continua cativando o público com seu jeito peculiar de comunicar. Serve de referência para todos os outros apresentadores. O primeiro lugar dele ninguém tira.

2. Fausto Silva: Tem quem gosta e tem quem odeia. Mas não é a toa que aos 67 anos ele é o mais bem pago da TV Brasileira, ganhando cerca de 5 milhões por mês. Começou em rádio e segura a audiência nos domingos da Rede Globo por 25 anos. Sobe ao pódio em segundo lugar.

3. Tiago Leifert: Carismático, ele entra no nosso ranking por ser a grande revelação dos últimos anos. Com 37 anos, deste dos 16 está na telinha. Começou no esporte da Rede Globo e hoje apresenta o The Voice, ZeroUm e o BBB.

4. Luciano Huck: o criador do bordão “loucura, loucura, loucura” está sempre atrás de novidades para o seu programa semanal. Tem 46 anos e praticamente metade deles dedicado a TV. Atualmente está casado com a também apresentadora da Globo, Angélica. Ambos estão entre os 10 mais bem pagos do Brasil. Pelo jeito próprio de apresentar, Luciano fica na quarta colocação do nosso ranking.

5. Raul Gil: tem uma voz inconfundível e trejeitos próprios. Faz parte da história da TV no Brasil com seus mais de 50 anos de trabalho como animador de auditório e cantor. Foi 17 vezes rejeitado em programas musicais de calouros no inicio da carreira, e hoje, os quadros que apresenta no SBT são bastante copiados pela concorrência. Raul Gil, por sua importância, fica com o quinto lugar.

6. Tatá Werneck: a humorista e apresentadora de 34 anos é a mais nova do nosso ranking. Aos 11 anos já estava no teatro. Participou de filmes e novelas da Globo. Atualmente apresenta com um jeito único o talk show Lady Night no canal a cabo Multishow.

7. Gugu Liberato: Começou a carreira escrevendo cartas com sugestões para Silvio Santos. Por muitos anos disputou a audiência dos domingos com o Faustão. Aos 58 anos é um dos apresentadores mais queridos do país e merece estar no nosso ranking por toda sua trajetória.

8. Tadeu Schmidt: Jornalista de 43 anos nascido no Rio Grande do Norte, consegue dar uma cara própria para cada notícia. Se destacou no jornalismo esportivo e hoje apresenta o Fantástico, um dos programas de maior faturamento da Globo. Por curiosidade, é irmão do jogador de basquete Oscar. Pela irreverência, fica na oitava posição.

9. Ana Maria Braga: Tem 68 anos e está desde 1979 na TV. Atualmente apresenta o programa Mais Você na Rede Globo, onde recebe um dos 5 maiores salários da emissora. Passou por tratamentos contra o câncer em 2001 e 2015. Com sua simpatia e voz mansa, e pela historia de vida e a dificuldade de manter audiência diária, ocupa nossa nona colocação.

10. Serginho Groisman: Tem 67 anos. Começou nos anos 80 apresentando programas com conteúdo para jovens e continua fazendo a mesma coisa atualmente na Globo. Mesmo escondido na madrugada de sábado, não perde o pique e vai muito bem, por isso fica entre os 10 melhores.

11. Emílio Surita: Tem 56 anos e por 20 anos dedicou-se a Rádio Jovem Pan. Em 2003 juntou uma turma, montou um cenário de R$ 5.000,00 e encaixou-se na pequena RedeTV para disputar com a audiência das tardes de domingo. Em um ano o programa foi um dos maiores sucessos da TV Brasileira. Por conseguir conduzir tão bem um programa escrachado como o Pânico, Emílio fica na décima primeira posição.

12. Ciro Bottini: Aos 52 anos consolidou-se como um apresentador-vendedor. Está no canal Shoptime desde o início, em 1995, onde criou o bordão: “compre, compre, compre!” Por ser pioneiro em seu segmento e continuar sendo um campeão de vendas à 20 anos, merece estar entre os melhores.

13. Ratinho: Carlos Massa está com 61 anos, e na TV desde os 23. É o mais popular da nossa lista. Conquista audiência com seus quadros e discursos polêmicos no SBT, onde recebe um dos maiores salário da casa. Devagarzinho conquistou seu espaço. Pela sua ousadia, conquista a décima terceira colocação.

14. Rodrigo Faro: Tem 44 anos, iniciou a carreira artística aos 9 com um comercial de leite. Fez muito sucesso aos 19 anos como dançarino no Grupo Dominó. Como apresentador da Rede Record, ganhou Troféu Imprensa 5 vezes como o melhor apresentador. Por manter boa audiência, e um cachê invejável de 1 milhão ao mês, entra na lista e fica na décima quarta posição.

15. Celso Portiolli: Paranaense, começou em rádio em 1984. Em 1993 mandou uma fita para Silvio Santos com idéias para “pegadinhas”, e foi aí que começou, com redator no SBT. Desde então já apresentou 17 programas diferentes na mesma emissora. Hoje, aos 50 anos, apresenta o Domingo Legal. É um bom apresentador, deixamos na posição 15 do nosso ranking.

Destaque ainda para: Danilo Gentili, Fabio Pochart, Marcos Mion, Jô Soares, Marcelo Tas, César Filho, Gilberto Barros, Zeca Camargo, Pedro Bial, Amauri Jr., Otaviano Costa, Otávio Mesquita, Geraldo Luis, Roberto Justus, João Kleber, Xuxa, Angélica e Eliana, que poderiam entrar na lista, mas preferimos limitar os 15 melhores.

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Adeus ao Mestre da Comunicação Catarinense.


O grande incentivador do nosso Blog, Antunes Severo, faleceu  em Florianópolis, ontem, 22 de novembro de 2017, com 85 anos. Casado com Nivalda Severo por 60 anos. Pai de cinco filhos, tinha sete netos e quatro bisnetos.

Eu tenho a honra de ter conversado com Antunes Severo, criador do Instituto Caros Ouvintes, fundador da primeira agência de propaganda de Santa Catarina,  um dos principais nomes do início da radiodifusão de Florianópolis. Antunes foi diretor de importantes veículos e entidades de comunicação e marketing, além de secretário de comunicação do Estado.

Sua história prova que o reconhecimento chega como consequência do trabalho feito com paixão.
Antunes é um exemplo, um ídolo, um guru, um mito.

Obrigado Antunes por tudo que você fez pela comunicação em nosso Estado! 

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

40 Dicas Para Radiojornalismo.

  1. Coloque-se no lugar do ouvinte. Descubra o que ele quer ouvir.
  2. Dê destaque para notícias locais. Use seu espaço como prestação de serviço a comunidade.
  3. Aproveite a rapidez do rádio para notícias imediatas, como: “está acontecendo”; “agora a pouco”; “acabamos de receber a informação”, etc...
  4. Prepare um roteiro completo do programa.
  5. Na hora de falar, a postura reta ajuda a passar a informação de forma mais clara.
  6. Gesticule quando falar, mesmo que você não apareça. Os gestos ajudam na comunicação verbal.
  7. Concentre-se no que vai ser lido.
  8. Transmita segurança na voz e passe credibilidade na leitura da informação. Evite gaguejar e titubear.
  9. Informe-se bem antes sobre o assunto a ser abordado.
  10. Marque as palavras que devem ser lidas com ênfase.
  11. Marque pausas da sua respiração.
  12. Assinale a pronúncia correta de nomes e lugares.
  13. Escreva números por extenso e arredonde quando possível. Por exemplo: altere de "978 pessoas" para "quase mil pessoas".
  14. Adapte o texto de jornal impresso e internet para o rádio, com frases curtas e diretas.
  15. Leia sem pressa.
  16. Interprete o texto.
  17. Seja natural. Conte a notícia como uma história.
  18. Respeite o tom da informação.
  19. Acredite no que está lendo.
  20. Cuide da dicção, articule bem as palavras, sem comer letras ou sílabas inteiras, nem deixar cair o tom de voz no final das frases.
  21. Dê um ritmo à leitura e varie este ritmo para não cansar o ouvinte.
  22. Fique a uma boa distância do microfone para evitar a saturação e distorção no áudio.
  23. Leia todos os textos antes de serem apresentados no ar.
  24. Antes de começar, prepare as trilhas e efeitos para “ilustrar’ a notícia.
  25. Imprima todos os textos e depois marque a hora que foi lido. 
  26. Use sempre um vocabulário simples, independente do seu perfil de público.
  27. Demonstre interesse e envolvimento pelo assunto. 
  28. Dê à sua fala um início, meio e fim.
  29. Tenha cuidado para não falar demais. Você pode acabar perdendo o foco.
  30. Fique sempre preparado para improvisar no caso de problemas técnicos.
  31. Tenha sempre um texto extra de apoio. Deixe sempre alguma coisa preparada para quando der um “branco”.
  32. Cheque as informações. 
  33. Tenha sempre certeza do que está falando.
  34. Cuidado quando emitir opinião para não depreciar uma empresa ou alguém. 
  35. Ouça sempre as duas partes envolvidas.
  36. Produza também documentários, contando histórias e entrevistando personalidades da sua cidade. 
  37. Faça parcerias com comentaristas esportivos e especialistas em política.
  38. Destaque a previsão do tempo e as condições de tráfego.
  39. Tenha sempre notícias extras a mais.
  40. Treine em voz alta.
 DICA EXTRA: Uma lauda (1 página com texto Arial tamanho 12) é lida em torno de 3 minutos. Para um noticiário de 1 hora, por exemplo, são necessárias de cerca de 20 páginas de notícias.

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Como a Locutora do Google Cantaria Ragatanga?

 
Yasmin Yassine imita Regina Bittar, a locutora do Google, juntamente com o Cebolinha neste vídeo inusitado.

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Você Sabia Que o “Parabéns a Você” Surgiu na Rádio Tupi do Rio?


Hoje, no Brasil, 400.000 pessoas estão aniversariando e cantando a música “Parabéns a Você” que foi criada em um Concurso de Rádio no Rio de Janeiro.

A história desta música começa nos Estados Unidos, em 1875. Duas professoras primárias resolveram compor uma quadrinha para seus alunos cantarem quando chegassem à escola, pela manhã. O resultado foi Good Morning To All (Bom dia para todos). 
Em 1924, uma editora musical americana lançou um livro de partituras, pegou a melodia e rebatizou-a como Happy Birthday To You (Feliz aniversário para você).

Nove anos depois, a canção foi usada como tema de uma peça teatral na Broadway, em Nova York, intitulada Happy Birthday To You. Foi aí que a música se espalhou pelo mundo.

Aqui no Brasil ela era cantada em inglês mesmo. Até quem em 1942, um cantor e locutor chamado de Almirante, da Rádio Tupi do Rio de Janeiro, decidiu promover um concurso para escolher uma letra portuguesa para a melodia americana. Depois de 5.000 cartas enviadas a rádio, foi escolhida a composição de Bertha Celeste Homem de Mello, de Pindamonhangaba/SP, na época com 40 anos. Foi um sucesso tão grande que a música é cantada até hoje antes de soprar as velinhas, em todas as festas de aniversários do país.

Fonte: Super Interessante

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Rádio e TV têm mais credibilidade que a Internet.


“O rádio tem uma relação com as comunidades locais muito forte e é uma relação de mão dupla”, afirmou o jornalista Fernando Morgado. Ele esteve em Santa Catarina durante o Mídia Sul 2017 quando falou sobre “A força do rádio e da TV aberta”.

Morgado disse que 89% dos brasileiros ouvem rádio, 97% da população tem TV em casa, mas apenas 58% usam a Internet. E ainda parte dessa audiência online é de pessoas que estão consumindo rádio e TV por outros meios, como aplicativos e redes sociais. (Fontes: Book do Rádio/ Kantar IBOPE e PNAD/IBGE)

Segundo a Pesquisa Brasileira de Mídia 2016, realizada pela Secretaria de Comunicação do Governo Federal, 57% dos brasileiros dizem confiar sempre ou muitas vezes no conteúdo veiculado pelo Rádio, 54% quando o conteúdo é veiculado pela TV e apenas 20% na Internet.

Fonte: Acaert