28/10/2009

Aprendendo comunicação com um programa de televendas.


Após um treinamento na sede do Shop Tour em São Paulo, comecei a apresentar o programa para a franquia de Blumenau (SC). Aprendi muitas coisas lá que utilizo aqui, em minhas palestras, nos programas e no meu dia-a-dia.

Primeiro ponto que constatei que para conquistar telespectadores, tem que ter sinceridade. Para você se estabelecer no mercado, tem que ser honesto. Não é necessário “maquiar” um produto ou fazer propaganda enganosa para vender. Para fidelizar, só com honestidade.

O apresentador Shop Tour é como um consultor de negócios. Ele só fica feliz quando o anunciante vende e essa venda depende dele. Por isso, o apresentador deve sugerir desde o melhor local de gravação e até os produtos a serem apresentados. A gravação pode até ser uma conversa informal com o lojista, sem esquecer de introduzir o telespectador no papo.

Como um vendedor, o apresentador tem que se gostar e gostar do que faz. Tem que ter a sensação de estar realizando sonhos dos consumidores.

Ao mesmo tempo tem que ser espontâneo, agradável, sem demonstrar desespero para vender.

O apresentador deve ser totalmente natural, direto, e não decorar ou combinar as falas com o lojista. Evitar também adjetivos em excesso ou exagerar nas qualidades do produto. Isso soa falso. Buscar sempre o melhor preço, afinal ele está ajudando na pesquisa do telespectador.

Importante também conhecer o tipo de consumidor de determinado produto, é para ele que tem que dirigir a palavra. E colocar-se no seu lugar. Se você estivesse comprando, quais seriam suas dúvidas? Tem que fazer o papel de consumidor: perguntar, provar, pechincha e dar sua opinião.
Por fim, lembrar que a estrela é o produto, não o apresentador. Procurar não se destacar demais e muito menos utilizar relógios e jóias para não influenciar na decisão de compra.

Quando a gente assiste um programa desse tipo na televisão não imagina quantos cuidados tem por trás para poder dar certo.

21/10/2009

Como editar áudio.

Produção de áudio nada mais é do que a materialização de uma idéia na forma de sons e linguagens compreensivas ao ouvinte. E sabe qual o melhor software para produção de áudio para rádio? Aquele que você sabe e gosta de usar. Não adianta instalar no seu estúdio o melhor do mundo se você não sabe mexer.
O software escolhido tem que pelo menos realizar trabalhos de pós-produção de áudio, como correção de voz, remoção de respiração, normalização de níveis; produção de áudio para aplicações multimídia, suporte e conversão de diversos formatos de áudio; produção de sons para samplers; composição musical; colagens e mixagens de diversos trechos de áudio.

Para os leigos, aconselho começar com o Sound Forge. Mas tem que instalar e fuçar para aprender. Se quiser, procure umas vídeo-aulas no Youtube para começar e boa sorte!

Meu amigo e produtor, Gabriel Passajou, indica os softwares mais utilizados:

01) Samplitude.
02) Vegas.
03) Audition/Cool Edit.
04) Reaper
05) Pro Tools
06) Sound Forge.

Mas como diz o Gabriel: “... por melhor que sejam os programas, felizmente o que faz a diferença é a criatividade do fator humano.”

Saiba mais: http://gabrielpassajou.wordpress.com/2009/10/20/softwares-mais-utilizados-para-producao-de-radio/

15/10/2009

Motivação para comunicação.

Venho comentando que para ser um bom comunicador não basta só falar. Tem que buscar diferenciais. Um deles é a motivação. Para passar uma mensagem de forma eficiente tem que ter carisma, conquistar as pessoas, mostrar que você gosta daquilo que faz. Uma pessoa motivada está apta a comunicar de forma persuasiva.

Como se manter motivado? Tendo sonhos. Mas não basta sonhar por sonhar, é preciso se organizar para pôr os sonhos em prática. Transformar os sonhos em metas. Botar uma data para o sonho acontecer. Uma coisa é querer, um dia, ter uma casa. Outra coisa é no dia primeiro de janeiro de 2019 estar morando na casa nova. Em “um dia” temos um artigo indefinido. “No dia” temos determinação.

Faça um teste e pergunte para uma pessoa próxima: você gostaria de ser bem sucedido? Ter independência financeira? Provavelmente a resposta será sim. Agora pergunte: o que realmente de concreto esta mesma pessoa está fazendo para alcançar este objetivo? A partir de que dia ela vai estar realizada? Ela não saberá te responder. O segredo está em planejar, organizar e focar nossos sonhos para eles terem chance de realmente se tornarem realidade.

Comece tirando o “se” da sua vida: se tivesse estudado; se não tivesse filhos; se fosse solteiro; se tivesse tempo; se eu soubesse que era assim. O que tem “se” não volta mais, então, pense diferente a partir de agora.

Muitas pessoas achavam que era impossível realizar seus sonhos até o momento que se comprometeram. Experimente se apaixonar pelo que você faz. Com certeza você fará bem feito e irá até o final. Por falar em final, só por você ter chegado até aqui, já demonstra determinação. Boa sorte!

13/10/2009

Erros das Rádios - Reedição


Dias atrás listei os 15 maiores erros das rádios brasileiras. O nosso leitor, Clodoaldo de Oliveira Lemes, do blog REDECOL BRASIL, explicou cada um dos itens. Ficou muito bom, veja:

1. Botar qualquer um no ar para falar, ver-se ou melhor ouve-se claramente que a pessoa que está na locução não está devidamente preparada para tal situação, comete erros de português, erra nomes de músicas, tem dificuldade quando precisa ler alguma coisa no ar, etc..;
2. Tocar todos os tipos de música em todos os horários, fica uma coisa enjoativa, você liga o rádio de manhã ouve por exemplo pagode, liga a tarde pagode, à noite pagode, (não tenho nada contra pagode, é só exemplo), isso cansa o ouvinte, no decorrer da programação deve ser tocado vários estilos musicais, mesmo uma rádio seguimentada num determinado estilo pode variar, por exemplo, uma rádio que toca só sertanejo, pode dividir sua grade de tal forma que, seja executada em determinados horários, músicas raízes, românticas, sertanejo universitário, flash backs e assim por diante;
3. Pagar locutores por comissão de vendas, e não por salário, ninguém gosta de não saber quanto irá receber no fim do mês, pagar um salário fixo, juntamente com uma comissão é muito melhor, isso ajuda a motivar e reconhecer o trabalho do profissional.;
4. Achar que só tocar música dá audiência, um grande erro que a maioria das rádios cometem, se o ouvinte quiser ouvir somente músicas ele pode simplesmente ouvir sua coleção favorita no seu MP3 Player ou no celular, rádio é informação, entretenimento, cultura, diversão e não só música;
5. Entrevistar determinados políticos para receber regalias mais tarde, infelizmente isso é bastante comum aqui no Brasil, muitos políticos usam o rádio como meio de engabelar e angariar votos;
6. Falar bem da sua cidade quando a prefeitura é anunciante, acontece muito também, tem rádios que tiram programas jornalísticos e demitem profissionais sérios para fazer lobby com prefeitos e vereadores;
7. Falar mal da sua cidade quando a prefeitura não anuncia, além disso, geralmente acontece quando alguém da rádio, proprietário, diretor ou locutor tem pretensões políticas;
8. Copiar a concorrência, ao invés de fazer melhor, muitas emissoras copiam até as vinhetas de rádios de sucesso, já ouvi rádio popular com layout de rádio jovem;
9. Transmitir futebol em FM nos mesmos moldes da AM, um exemplo que não gosto é jogos transmitidos pela CBN/Globo do Rio de Janeiro, aquele “eco” do som incomoda bastante;
10. “Prostituir” o espaço comercial, tem rádio que toca cinco minutos de música e vinte de propagandas;
11. Utilizar equipamentos ultrapassados, muitas rádios operam com equipamentos desatualizados tecnologicamente, o mundo muda e muda com velocidade, quem não se modernizar, ficará para trás, pois, as pessoas exigem cada vez mais qualidade, principalmente no que diz respeito ao profissionalismo e equipamentos de uma rádio;
12. Esquecer da Internet, é sabido que a Internet é acessada por 60 milhões de brasileiros, isso sem contar o resto do mundo, muitos rádios desprezam esse nicho de mercado, algumas se quer tem página com seu áudio na Internet e outras que tem não primam pela qualidade do mesmo;
13. Priorizar o faturamento, depois a qualidade, outro erro, no começo pode até dar certo, porém, o ouvinte não é bobo e rapidamente deixará de ouvir sua emissora;
14. Contratar locutor que não gosta do que faz, muitas pessoas trabalham só por conta do salário, não gostando do que fazem, isso certamente reflete na sua atuação e o ouvinte percebe;
15. Fazer todo dia a mesma coisa, conheço rádios que tem a mesma programação e as mesmas vinhetas há anos, até mesmo os comerciais são gravações antigas, isso acontece, principalmente pelo comodismo do proprietário da emissora que, estando ganhando dinheiro, não está nem aí para o que o ouvinte está pensando, bobos são os anunciantes deste tipo de rádio, que certamente não terão o retorno que esperam.


Fonte original: Você nunca ouviu nada Igual com adaptações Redecol Brasil.

08/10/2009

10 Formas de Comunicar Para Vender.


Muita gente me pede dicas para se comunicar melhor na hora de vender. Vou dividir essas informações com você agora. Essas dicas servem tanto para profissionais de vendas que buscam diferenciação, como também para qualquer pessoa, afinal, na nossa vida, de uma maneira ou de outra, estamos sempre vendendo, seja um produto, um serviço, uma idéia ou nós mesmos. E não há dúvida de que, quanto melhor for a qualidade da comunicação, mais eficiente será o vendedor. Vender só por vender não basta, o importante é conquistar, encantar o cliente e criar nele o desejo de comprar novamente, através da fidelização.

Existem 10 palavras que considero fundamentais para vender bem. Costumo chamar de palavras mágicas. São elas:

1. Agora. Essa é a hora de levar. O empresário e apresentador Silvio Santos iniciou sua carreira vendendo porta-títulos de eleitor. Ele escondia o estoque e dizia que aquela, em sua mão, era última peça, ou seja, essa é a hora de comprar, para não ficar sem.
2. Confiança. Compra-se por indicação, a partir de um testemunhal de alguém que já comprou e usou o produto ou serviço. É mais fácil vender quando a pessoa confia no fabricante.
3. Necessidade. Só existe venda quando alguém precisa de alguma coisa. Tem que se descobrir o que o cliente necessita com perguntas de abertura, do tipo: “seu aparelho de som está velho?” ou “oque você gostaria de ter em casa para facilitar a sua vida?”
4. Facilidade. Tem que ser fácil de comprar e fácil de pagar. Tem que ter um funcionário apto para atender e preencher rapidamente a ficha do cliente. Se tiver que esperar, o cliente pode desistir.
5. Vantagem. Encontre o diferencial do seu produto ou serviço com relação a concorrência e valorize isso.
6. Imaginação. Faça a pessoa imaginar como aquele produto facilitaria e alegraria sua vida.
7. Emoção. Faça o cliente provar ou usar. Conquiste pela emoção. A maioria das compras são feitas pelo lado emocional e não pelo racional. Exemplos claros são a compra de sapatos novos por uma mulher ou a compra de um carro após o “test drive” realizado pelo homem.
8. Promoção. O desconto chama a atenção, faz a pessoa decidir pela compra logo, para aproveitar aquele preço. Como todo mundo gosta de ganhar presente. Dar um brinde também facilita a decisão de compra.
9. Alternativas. Feche a venda com a pergunta final: “Como é “melhor” para o senhor? Entregar amanhã ou na segunda-feira? À vista ou à prazo?” Se a pessoa der uma resposta entre duas opções, ela está decidindo a compra.
10. Agradecimento. Parabenize o cliente. Diga que o produto que ele está levando é a sua cara. Faça o que for preciso para a pessoa não se arrepender, sair satisfeita e voltar a comprar. Deixe seu contato para eventuais dúvidas.

A partir destas 10 palavras, cria-se expressões como: “comprando agora”, “só amanhã”, “tá todo mundo aproveitando”, “sem consulta ao SPC ou Serasa”, “você ainda ganha um brinde especial”, “já pensou que bacana?”. Estas frases são frequentemente usadas nas vendas de varejo na TV e no rádio, quando o anunciante tem que ser direto em seus argumentos. Crie você também seu próprio jeito de comunicar. Utilizando as palavras certas durante sua fala, você pode convencer, persuadir e vender com mais facilidade. Boas vendas!

07/10/2009

O rádio sempre nos surpreende!



Acompanhe a história de um garoto que ligou para uma rádio americana para contar sobre uma experiência que teve com Deus. É emocionante.

06/10/2009

Entrevista na Rádio Colinas.


Os professores de locução Watson (centro), Edemilson (esquerda) e Fábio Ricardo (direita), concederam uma estrevista para Rádio Colinas FM de Ibaiti/PR em setembro, durante um curso de aperfeiçoamento.