terça-feira, 15 de junho de 2010

Comunicação atrás das grades.


A Cadeia Pública de Votorantim, São Paulo, tem o primeiro programa de televisão produzido por detentas no Brasil. O TV Cela é transmitido desde 2009 pela TV Votorantim e por outros 48 canais comunitários pelo estado, e aborda temas como direitos humanos, saúde pública e a rotina das presas.
Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o projeto tem como objetivo ressocializar as detentas e resgatar a autoestima, como declarou o coordenador do TV Cela, Werinton Kermes.
O programa produzido pelas detentas é uma mistura de talk show e documentário, e tem blocos com 30 minutos cada e a presença de um convidado, escolhido pela produção. As gravações são realizadas com três câmeras emprestadas pelo Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio (Ceunsp).
A repercussão do projeto teria mudado a vida das detentas. "Quem está lá fora pensa que na cadeia só tem gente sem instrução e ignorante. Nós estamos mostrando que não é assim", disse Alessandra Laquima, presa há quatro meses e produtora do programa.
Todas as detentas que participam da produção do TV Cela cumprem pena por tráfico de drogas ou associação ao tráfico. A Cadeia Pública de Votorantim abriga 150 mulheres, mantidas em um espaço feito para caber 48.

Mais informações: http://projetotvcela.blogspot.com/
Fonte: Portal Imprensa/Nas Ondas do Rádio Web.

Nenhum comentário: