quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Já pensou ganhar R$ 3.000,00 por uma locução?


Ferreira Martins, 62 anos, é considerado um dos melhores locutores do País. Entre seus trabalhos mais conhecidos na propaganda estão as campanhas eleitorais do PSDB, os comerciais da cerveja Antarctica do começo dos anos 90 ("uma paixão nacional"), as peças publicitárias do sabão em pó Omo, do Bradesco e da Hyundai, além de ter sido por muitos anos a voz oficial usada pelo Banco Bamerindus em suas propagandas.
A voz de Martins tornou-se sinônimo de credibilidade. Para ele, timbre masculino ajuda. “Pesquisas mostram que a credibilidade da voz masculina é superior à da feminina. Eu concordo”, diz.
Ele foi o locutor da campanha presidencial de 1994 de Fernando Henrique Cardoso e, segundo informações do mercado publicitário, embolsou R$ 1 milhão pelo trabalho. Ele não confirma. Diz apenas que o cachê foi muito bom.
Ferreira trabalhou por 30 anos como locutor de rádio, apresentou durante 20 anos os jornais da extinta TV Tupi, o Jornal Nacional da TV Globo, entre 1972 e 1974, até ir para a TV Bandeirantes. Em 1992 passou a se dedicar à publicidade, com um cachê de cerca de R$ 3 mil por “assinatura”, que grava em 15 minutos. “No início da minha carreira, cheguei a repetir 160 vezes a frase ‘Hollywood King Size Filtro, o sucesso!’”, conta. Ele ganha até R$ 100 mil por uma campanha. Mas nem por isso toma cuidados especiais com a voz. “Tomo cerveja gelada como todo mundo. O que eu não posso é ficar gripado, então me previno com muita vitamina C”, diz.

Fontes: Isto É Gente e  Wikipédia.

Assista: Entrevista com Ferreira Martins no Multishow.


Quer aprender locução? Curso de Locução Nada Igual.

Nenhum comentário: