25/05/2012

O Microfone Bafômetro


Qualquer dia vai ter dono de rádio fazendo encomenda deste microfone.
Parabéns a agência Ogilvy & Mather pela sacada.

22/05/2012

Quem Lê Mais Fala Melhor


O artigo que escrevi para o site Caros Ouvintes em 2008, "Dicas para ser um bom locutor", ainda repercute bastante devido a quantidade de leitores que se dizem interessados em se lançar na carreira ou aprimorar os seus conhecimentos particularmente na especialidade locução. O artigo já ultrapassou a marca de 250 comentários e os leitores também têm colaborado com dicas importantes. O comentário de Antônio José Pereira Bessa – o Toni Bessa de Fortaleza/CE, merece destaque:

“Caros locutores, continuem almejando seus sonhos. Quero fazer uma crítica construtiva. Passei em vista todos os comentários e pude observar que falta mais leitura. Na escrita de alguns faltam letras, o que torna a frase sem sentido. Um locutor tem a obrigação de escrever corretamente. Quem escreve bem, sempre se expressa bem.
Dicas: seja voluntário em uma emissora de rádio. Pode começar atendendo telefone ou sendo recepcionista. Fale ao diretor da sua vontade de ser apresentador de programas.
Segunda dica: leia jornais e procure ler revistas de críticos. Procure informações as mais diversas. Faça um fichamento do que leu e comente com alguém. Treine sua percepção dos fatos. Sua cognição precisa vir à tona. Um locutor de rádio que apresenta programa romântico um dia será pego de surpresa para entrevistar uma personalidade. Se não estiver preparado lá se vai a oportunidade.
Quanto a um curso acadêmico, além de Comunicação Social, escolha um curso de  Historia, Filosofia, Sociologia, Pedagogia ou Letras. Procure ler os fatos do dia e faça a sua própria critica. Falar bem no rádio e comunicar bem, e comunicar bem é dizer as coisas de maneira que as pessoas entendam. O ouvinte percebe quando o locutor não valoriza a cultura na busca de informação e conhecimento. Esteja sempre ligado. Estude sempre”.
Toni Bessa, locutor profissional, Fortaleza/CE | bessapazebem@hotmail.com

E eu completo com a frase de Bill Gates:
"Meus filhos terão computadores, sim, mas antes terão livros. Sem livros, sem leitura, os nossos filhos serão incapazes de escrever - inclusive a sua própria história."

17/05/2012

5 Rádios Populares Lideram Audiência em SP


O ranking de audiência das rádios FM no último trimestre de 2012 (fevereiro/março/abril) apontam que as cinco rádios FM mais ouvidas de São Paulo são de música para o povão: sertanejo, neosertanejo, pagode e “brega chic”.

A rádio com maior audiência hoje é a Nativa FM, do Grupo Band, com quase 272 mil ouvintes por minuto e 1,6% de participação nas rádios ligadas entre 7h e 19h (o horário nobre das rádios). Ela é seguida bem de perto Tupi FM, que tem 261 mil ouvintes/minuto e 1,54% de participação. Em terceiro lugar está a pagodeira Transcontinental, com 245 mil ouvintes/minuto. No quarto lugar, novamente uma rádio do Grupo Band, a Band FM. Em quinto, outra rádio neosertaneja: a Gazeta.

A medição de audiência das rádios pelo ibope é feita de forma parecida com a que é feita para a TV: por amostragem. Somadas, as audiências das 10 rádios FM mais sintonizadas em São Paulo atingem quase 2 milhões de ouvintes por minuto. A maior diferença entre a TV e o rádio é que, apesar de haver muito mais estações de rádio do que canais de TV aberta, o ouvinte “zapeia” muito menos que o telespectador. Há, aparentemente, uma fidelidade maior do ouvinte de rádio: ele deixa numa determinada emissora e passa o dia ouvindo-a.

Interessante notar no ranking que as chamadas rádios jornalísticas ou de prestação de serviço têm audiências irrisórias perto das musicais. A rádio jornalística mais bem colocada no último trimestre foi a CBN, em 19º lugar e com 0,28% de participação. São duas posições atrás, por exemplo, da Gospel FM. A Bandnews vem a seguir, em 25º lugar, e a Estadão/ESPN está em 33º lugar.

Fonte: http://noticias.uol.com.br/ooops/ultimas-noticias/2012/05/15/fms-mais-ouvidas-do-pais-sao-de-musica-para-povao-veja-ranking.htm

15/05/2012

Vem aí a Primeira Rádio Esportiva do Brasil.

O Grupo Bandeirantes de Comunicação e o Banco Bradesco lançam a primeira rádio brasileira com uma programação voltada exclusivamente para o esporte.
A Bradesco Esportes FM (94,1 MHz – São Paulo/SP) surge para preparar ainda mais o brasileiro para a década do esporte no país, que será palco de grandes eventos como a Copa das Confederações, a Copa do Mundo e as Olimpíadas.
 Notícias, transmissões, colunistas renomados, música e muito mais numa programação que falará, de uma forma diferenciada, de todos os esportes 24 horas por dia, sete dias por semana.
A emissora contará com um time repleto de estrelas com todas as informações e detalhes sobre tudo o que acontece no mundo do esporte. José Roberto Guimarães, treinador bicampeão olímpico do vôlei, e o jornalista Álvaro José, são alguns dos astros que formam o time da Bradesco Esportes FM.
Na programação, espaço aberto para qualidade de vida, esportes universitários, marketing esportivo e, claro, transmissões ao vivo dos principais eventos esportivos do Brasil e do mundo.
Uma realização do Grupo Bandeirantes de Comunicação com naming rights do Banco Bradesco e apoio do Grupo Bel, o lançamento da Rádio Bradesco Esportes FM 94,1 acontece dia 17 de maio durante evento no Leopolldo Faria Lima, em São Paulo.

Fonte: http://www.audiofive.com

11/05/2012

Amigão, faz uma locuçãozinha aí pra mim?


Difícilmente um médico irá te examinar sem cobrar uma consulta. Porque então você deveria fazer locução praticamente de graça? Se você é profissional da voz, está tá na hora de se valorizar.
Se quiser, pode cobrar barato, só depois não reclame do seu futuro. Fica a dica.

09/05/2012

A Incrível Voz do Garoto de 14 anos!

 
Jake Foushee tem apenas 14 anos e já está fazendo sucesso nos princiais programas americanos. Isso porque, mesmo com pouca idade, consegue chegar a um tom grave, ideal para gravar trailers de filmes. O objetivo dele é substituir o locutor Don LaFontaine, que morreu em 2008 aos 68 anos de idade, e que narrava os principais trailers de Hollywood.
Neste vídeo, ele mostra um pouco do seu dom.

02/05/2012

As 10 coisas mais irritantes da propaganda no rádio.


Por Eduardo Axelrud, vice-presidente de criação da Competence. Publicado também em: Meio & Mensagem e Caros Ouvintes.

1 – Jingles que cantam o briefing (tipo “variedade e qualidade, preço baixo todo dia, com aqueeeele atendimento…”) – e que nem se dão ao trabalho de rimar.
2 – Spots de Dia dos Pais onde o pai chama o filho de “filhão”. Meu pai nunca me chamou de “filhão”, eu nunca chamei meu filho de “filhão” e não conheço ninguém que chame seu filho de “filhão”. Só os personagens de spots de Dia dos Pais.
3 – Depoimentos falsos feitos para soar como se fossem verdadeiros. Pessoas exaltando um produto usando termos e frases escancaradamente construídas por (maus) redatores.
4 – Rimas pobres. Rimar verbos em “ar” sem parar é pra matar.
5 – Personagens de spots com nomes duplos inesperados. Roberto Alfredo, Fernando Gustavo. Pior que isso, só os nomes duplos das atendentes de telemarketing (ontem peguei uma Pamela Jaqueline).
6 – Jingle com letra que não dá pra entender.
7 – Jingle com letra que você preferia não ter entendido.
8 – Comerciais programados há anos diariamente no mesmo horário – e que se repetem à exaustão bem naquele horário em que você escuta rádio todos os dias.
9 – Programetes e boletins diários pseudo-jornalísticos de entidades que ficam por 1 minuto falando de assuntos internos que só interessam à diretoria daquela entidade – e olhe lá.
10 – E o mais constrangedor de tudo: spots que ninguém lembrou de tirar do ar. Nada pior que escutar uma voz feliz informando que “O verão está chegando”… em 15 de março.