30/11/2012

Como se faz uma locução?



Você vai aprender agora uma noção básica para leitura em voz alta, locução e oratória.

Na seguinte frase:
Você não pode perder só amanhã nas Casas Bahia.

Tem gente que lê assim, como se fosse uma coisa só:
VocênãopodeperdersóamanhãnasCasasBahia.
Difícil compreender não acha?

Você tem que primeiro entender a frase e separá-la em assuntos:
Você / não pode perder / só amanhã / nas Casas Bahia.

Temos 4 assuntos:
       - Quem? (você)
       - O que fazer ou não fazer? (não pode perder)
       - Quando? (só amanhã)
       - Onde? (nas Casas Bahia)

Na hora de ler, onde tem as barras ( / ) separando o assunto, você faz uma pequena pausa para respiração.
Agora escolha a palavra mais importante em cada assunto. Dê mais ênfase e destaque-a no momento da fala. Fale um pouco mais alto, mais animado, ou estique mais essa palavra. Por exemplo na parte “só amanhã”, o “só” eu quero destacar. Então eu falo: sóóó amanhã.

Pronto agora é com você. Pegue um texto, separe com barra os assuntos, sublinhe as principais palavras e boa locução!

23/11/2012

Exclusivo: Dica de Comunicação do Bottini!


O Comunicador Watson Weber entrevista o apresentador Ciro Bottini no estúdio do Shoptime no Rio de Janeiro.

20/11/2012

P de Profissional de Comunicação.


Volto a comentar um assunto muito interessante que percebi a um tempo atrás. Em qualquer profissão, mais principalmente na comunicação, para crescer, precisamos do "P". Existem 3 P´s que podemos destacar em nossa carreira. Eles que nos orientam e nos mantém acessos em busca de nossos sonhos. Poderia defini-los também como combustíveis para nossa vida. São eles que nos enriquecem profissionalmente. Os P´s do bom profissional da comunicação são: o P das Pessoas, o das Palavras e o das Palestras.

> Pessoas. O convívio com seres humanos fantásticos e o estímulo de seus grandes exemplos nos fazem crescer. A conversa com pessoas bem sucedidas são importantíssimas para descobrir que tudo é possível.

> Palavras. Precisamos delas, e as encontramos em textos, artigos, jornais, revistas, livros, na internet. Com uma leitura constante sempre aprenderemos mais.

> Palestras. Fazer bons cursos. Aprender através de debates, workshops, ou através da escola tradicional é sempre bom. Em uma sala de aula temos normalmente uma junção de pessoas e palavras.

Então é isso: a convivência com pessoas extraordinárias, a leitura diária e a frequente atenção às aulas, servem para nos manter atualizados no mercado de trabalho. Quem vive em busca do saber é uma pessoa motivada. Já a motivação é conduzida a partir de um outro P, o da Paixão, que já é uma outra história.

13/11/2012

Rádio AM vai migrar pro FM



Recebi a informação de Ricardo Mendicello, da Rádio Cidade AM, São José dos Campos que as rádios AMs do Brasil vão migrar para uma nova faixa de FM que será criada em breve.


A novidade foi anunciada pelo consultor e ex-presidente da Associação das Emissoras de Rádio e Televisão de São Paulo (AESP), Oscar Piconez. Ele esteve esta semana em Cuiabá participando do segundo ‘Seminário Mato-grossense de Rádio’ ministrando uma palestra sobre a "A publicidade no rádio". Segundo Piconez, as emissoras chegaram à conclusão que mesmo com a digitalização o sinal da AM dificilmente vai melhorar em função da interferência dos eletrodomésticos dentro de casa. “Quando a pessoa liga uma batedeira de bolo, secador de cabelo ou qualquer eletrodoméstico interfere no som da AM, enquanto no FM isso não ocorre”, completou.

O ex-presidente da AESP informou no seminário que o governo brasileiro aceitou a proposta de migração para essa nova faixa FM e praticamente suspendendo o processo de digitalização das AMs que seria um processo caro e sem a mesma garantia de qualidade no som. Os primeiros testes começam em dezembro, em São Paulo.

A migração das AMs seria para uma faixa de Freqüência Modulada (FM) de 70 a 87 MHz que ocuparia o espaço dos canais 5 e 6 das TVs que já receberam orientação para desocuparem esses canais pelo país afora. Neste espaço caberiam 140 rádios AMs. Hoje, as FMs usam a faixa de 88 a 104 MHz.

Para ulização do espaço entre 70 a 87 MHz será necessário que a indústria brasileira supra a demanda de produção de rádios com captação de faixas estendidas. Existem pouquíssimos modelos de aparelhos que captam essa frequência hoje no mercado. Mesmo assim, ainda é mais viável a adaptação do rádio atual do que a digitalização dele, tanto para as emissoras quanto para os ouvintes.

06/11/2012

Detalhes na Comunicação.

Comento em minhas palestras e nos meus livros sobre as “pequenas” estratégias do Parque da Disneyworld para atrair cada vez mais visitantes. Acho interessante voltar a comentar sobre esse tema. São os pequenos detalhes no parque que fazem o ambiente tornar-se mágico. E devido a isso também, 70% dos visitantes, ou convidados como chamam, acabam retornando.

Alguns dos diferenciais da Disney merecem destaque, como por exemplo, o fato que todos os funcionários estão orientados para parar imediatamente o que estirem fazendo para ajudar um visitante. Ninguém passa um problema adiante. Todos mantém o ambiente limpo, não só a equipe de limpeza. Por falar em limpeza, dentro do parque não são vendidos chicletes, para não correr o risco de alguém jogar no chão e dificultar a retirada. Os postes são repintados todas as noites, para no dia seguinte dar impressão de que tudo é novo. A pintura do carrossel é banhada a ouro. As roupas dos bonecos que representam ex-presidentes são costuradas conforme a época em que o presidente atuou. Até o estilo musical que toca de manhã é mais animado do que toca no final da tarde, quando as pessoas estão cansadas de tanto brincar. Tudo é projetado pensando nos detalhes, a arquitetura, a decoração, as lixeiras, a vegetação, a pintura são sempre estudados para se obter o melhor resultado. Você deve estar pensando, mas pra que esse exagero? Segundo a tradição da Disney, é que mesmo que os visitantes não percebam os detalhes, as coisas surpreendentes continuam sendo feitas como forma de motivar e entusiasmar a equipe para sempre fazer o melhor. Inconscientemente as pessoas se encantam, sem saber o porquê.

Além disso, todos os funcionários da Disney são chamados de “membros do elenco”. Um diretor, um mecânico, um vendedor, um faxineiro, todos são considerados artistas. E é isso que eles fazem todos os dias: encantam o cliente. Eles tem que ser extremamente gentis. Essa forma de agir não está escrita em nenhum mural ou manual da empresa, está sendo lembrada todos os dias, em pequenos detalhes.

Podemos nos basear nos exemplos da Disney para também fidelizar ouvintes, nossos telespectadores, nossa platéia.  Um convite do tipo: “quer conhecer nosso estúdio?” pode ser uma experiência encantadora. Uma simples mudança de palavra na sua comunicação pode ser toda a diferença. Até a entonação que você deu a uma determinada expressão, pode mudar o resultado final.
Preste mais atenção nos detalhes. Seja uma música colocada no momento certo, um linguajar adequado, um comercial feito de outra maneira, uma informação certeira, uma ligação telefônica bem aproveitada, uma vinheta especial, uma entrevista esclarecedora, um site atualizado, um atendimento bem feito, um “oi” de coração, um sorriso sincero ou qualquer outra emoção inesperada. Um simples detalhe pode mudar uma escolha para sempre.
A partir de hoje, dê atenção aos pequenos detalhes. O conjunto de detalhes bem executados é que fazem a diferença.