quinta-feira, 7 de julho de 2016

Humanos Estão Mais Distraídos Que Peixes de Aquário, Diz Pesquisa.


Uma pesquisa realizada pela Microsoft sugere que o tempo de atenção dos seres humanos já é mais curto que o dos peixinhos dourados - e isto pode ser culpa da tecnologia.

A pesquisa foi feita no Canadá e envolveu 2 mil pessoas que responderam a perguntas e participaram de jogos online para avaliar sua capacidade de concentração. Os pesquisadores também realizaram exames de eletroencefalogramas em outros 112 voluntários canadenses para monitorar sua atividade cerebral. Segundo a conclusão da pesquisa, a capacidade de concentração dos humanos está sendo reduzida por impacto dos dispositivos portáteis e das mídias digitais.

No ano 2000, a capacidade de atenção humana era, em média, de 12 segundos. Em 2013, esta capacidade caiu para oito segundos - um segundo atrás da capacidade de atenção média estimada por cientistas de um peixinho dourado de aquário.

"Pessoas com um estilo de vida mais digital têm dificuldade de se concentrar em ambientes onde atenção prolongada é necessária, devido à adrenalina do que é novo", escreverem os pesquisadores.

Cabe a nós, comunicadores, criar novas formas de entreter os nossos ouvintes e telespectadores, que estão se distraindo cada vez mais rápido.

Fonte: BBC Brasil.

Nenhum comentário: