quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Dicas para Melhorar a Locução e Facilitar a Edição



Por Flavio Kranic

Como melhorar instantaneamente a qualidade das suas gravações e facilitar a edição do seu áudio? Aplicando estas três dicas:

1 – Passagens de páginas
Você poderia pensar que nos dias de hoje utilizar roteiro de papel deveria ser coisa do passado. Deixe-me dizer que não é bem assim. Se você assim como eu é uma daquelas pessoas que prefere ler a partir de um roteiro tangível (sem julgamento aqui, eu prefiro ler livros impressos), você deve considerar que está virando páginas durante uma gravação, certo? Mas você se lembra de observar esse barulho de páginas, quase imperceptível, na hora de editar? É bom ficar atento.

Solução: prefira utilizar um roteiro digital. Considere usar um tablet para ler ou invista em monitores duplos. Manter seu texto em um tablet ou outra tela impedirá que as páginas sejam movimentadas, produzindo aquele barulhinho. Ah, mas como vou marcar/grifar meu roteiro? Há maneiras de fazer isso digitalmente que são tão eficazes quanto o marcador de texto.

2 – Recomeçar algumas vezes
Ao ler através de um roteiro é muito comum ler algo duas vezes por acidente ou cometer um erro e começar de novo. Isso faz com que se perca tempo na hora de editar, já que editar é uma atividade que requer muito mais paciência e tempo que a gravação propriamente dita. Um dos erros mais graves é não conseguir manter o ritmo da narração depois de um tropeço qualquer, ou um intervalo para descanso. Nestes casos é sempre bom recomeçar da linha ou até do parágrafo anterior, para que se tenha várias opções de emenda, de forma que se mantenha a naturalidade e fluência do texto.  

Solução: Alterne a formatação das frases do texto entre caixa alta e caixa baixa. Assim, dificilmente você vai ler a mesma frase duas vezes.

3 – Respiração fora da hora
Às vezes seu microfone é o seu pior inimigo. Mas a culpa não é só dele, ele está ali para te ajudar a captar o melhor da sua voz, mas também capta os ruídos dos seus movimentos e, claro, o vai e vem da sua respiração, que faz parte da expressão da mensagem, mas que também pode te trair parecendo ofegante ou espaçada demais. A respiração deve ser suave e silenciosa, mas não inexistente. Ela, assim como a sua postura, deve conduzi-lo a uma condição de harmonia. Lembre-se de respirar sempre pelo nariz, pois ele possui elementos que filtram e regulam a temperatura do ar, evitando até alguns problemas respiratórios.

Solução: Preste muita atenção nas pausas de pontuação como: Ponto final (.), Virgula (,), Dois pontos (:), Parênteses (( )), Aspas (“ ”) e Reticências (...). A observação desses caracteres certamente vai te ajudar no controle da respiração durante a leitura. Ponto final quer dizer que você pode respirar mais pausadamente antes de partir para a próxima frase.  Ainda existem também as preposições, conjunções, advérbios e locuções adverbiais que funcionam para encadear as ideias oferecendo oportunidade de pausa e mudança de ritmo e nuance durante a sua interpretação, ajudando a melhorar a clareza e fluência da sua mensagem.

Fonte: www.flaviokranic.com.br

Nenhum comentário: