22/11/2018

Rádio AM é Ameaçado pelos Carros Elétricos.


Os carros e o rádio AM estão juntos há muito tempo, mas a estrada que levava esses velhos companheiros de viagem se bifurcou. Os motores elétricos dos carros matam completamente a recepção de rádio AM. O problema, dizem especialistas, é que os motores dos veículos elétricos geram frequências eletromagnéticas do mesmo comprimento de onda que os sinais das rádios AM. Isso cria ruídos e perda de sinal, por conta da interferência eletromagnética. “Você tem dois sinais que literalmente colidem um com o outro e se cancelam, antes mesmo que a antena receba o sinal”, disse Brian McKay, diretor de inovação de motores e tecnologia na unidade americana da fabricante de autopeças alemã Continental.

Não existe uma maneira fácil de eliminar a interferência eletromagnética que abafa o sinal do rádio AM sem acrescentar peso demais ao carro, dizem especialistas. Por isso, algumas montadoras, entre as quais a BMW, Honda e a Tesla, removeram os rádios AM de seus veículos elétricos.

Os rádios AM eram tão comuns nos carros quanto os limpadores de para-brisas, desde a década de 1940. Nas viagens rodoviárias, o rádio AM servia como estrela-guia para os motoristas, oferecendo uma distração para reduzir a fadiga causada por horas ao volante.

Na década de 1960, os rádios transistorizados recebiam esportes, notícias e música transmitidos por estações AM, em casa e nas ruas, e os rádios portáteis se tornaram tão onipresentes quanto os smartphones são hoje.

As rádios AM atuais, que já estão lutando com uma perda de receita publicitária que dura uma década, se preocupam com a perda de ainda mais audiência motorizada.

Fonte: The Wall Street Journal, Dica da Virtual Cast.


Quer aprender mais sobre RÁDIO E LOCUÇÃO?

✅ CURSO DE LOCUÇÃO ONLINE: https://bit.ly/2MrM9mu

✅ LIVRO DO RÁDIO: https://bit.ly/2OBGqrx

✅ LIVRO DE ORATÓRIA: https://bit.ly/2vIsLI3

Nenhum comentário:

Postar um comentário